Adeus Chico, nosso querido Irmão

chico-260

English | Portuguese

O nosso Irmão, Chico ou Chiquito, deixou-nos. Deixou-nos a todos mais sos. Deixou a Adelaide, sua esposa; deixou o Nuno, seu filho. Deixou a nossa mãe, sofredora de tantos filhos perdidos, de tantas guerras passadas.

Eu nao cheguei a tempo para o ver em vida. Depois de mais de 30hrs de voo, sem contar as muitas horas de transito, cheguei a Dili ao meio do dia de
2a.F 22 de Abril e iria tomar o avião para Darwin para onde Chico fora evacuado no Domingo, com a vida presa apenas por um fio.

Telefonei para a Rosa para saber como estava o nosso querido Irmão. Ela já nao falava. So chorava. Ouvi ela pedir a um medico para me falar. O medico disse: "Fizemos tudo para salvar seu irmão. Nao conseguimos".

O Chico trabalhou toda a vida, desde os 16 anos de idade. Entrou nas oficinas do Estado, em Dili, como aprendiz de mecânico. A partir dali foi uma vida de muitas alegrias, tristezas, dificuldades, mas ele sempre trabalhando
com total entrega.

Foi-se. Deixou este Mundo, deixou o sofrimento, todas as preocupações e dores. Deixou-nos mais sos. Somos cada vez mais sós nesta Terra. Chico foi juntar-se ao nosso pai e irmaos – Pai Francisco, Irmaos Natalino, António, Nuno, Mariazinha, Gui. Adeus Chico, querido Irmão.

Para todos os Amigos do nosso Irmão, todos os Amigos de nossa Família,  de todo o Mundo de onde recebemos mensagens de condolências, toda a Família Horta agradece muito comovidamente a vossa Amizade.

Natalina,
Romana,
Jose,
Arsenio,
Rosa,
Aida,
Licinia.


Good Bye, Beloved Brother

Our Brother Chico or Chiquito (that’s how we called him during childhood) left us. Chico left his wife Adelaide, his son Nuno. Chico left our suffering mother, suffering for so many of her sons and daughters lost, in so many wars.

I was not able to arrive in time to have a last glimpse of Chico. After 30hrs flight, not counting the many hours in transit, airport to airport, I arrived in Dili around midday of 22nd April. I was going to take a flight in the afternoon to Darwin where Chico had been evacuated to.

I phoned Rosa to get the latest on our beloved brother’s condition. Rosa was no longer able to talk. She cried the cry of uncontrollable pain. It was a doctor who told me over the phone: "We did all we could to save your brother. I’m sorry".

Chico worked all his life, from age 16 as an apprentic in the government mechanic workshop in Dili. From then on it was a life of much joy, sadness,
challenges. But Chico always worked, always.

He’s gone. Chico left this world; he is freed from suffering, from all the concerns and pain. He left us more alone. We are fewer on this Earth. Chico has now joined with our Dad, Brothers and Sisters – Father Francisco, Brothers Natalino, Antonio, Nuno, Mariazinha, Gui.

Good Bye, Chico, beloved Brother.

To all our Friends from around the world who sent us messages of condolences, the Horta Family thank you wholeheartedly.

Natalina,
Romana,
Jose,
Arsenio,
Rosa,
Aida,
Licinia.

Facebook Twitter Email

3 thoughts on “Adeus Chico, nosso querido Irmão

  1. João Seixas

    Como é difícil para uma mãe ver partir um filho, no caso da sua mãe a vida tem sido percorrida por estradas penosas. Os meus Sentidos Pêsames.
    JS

    Reply
  2. aderito J. Soares

    Dear Maun Bo’ot! My sincere condolences to you and all family. Proud to follow the news from G. Bissau. Big hug, Aderito in Farol.

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>